segunda-feira, 29 de setembro de 2008

2 EXERCÍCIOS DA SITUAÇÃO 2 * 1 + GR

Clique na imagem para a ampliar a visualização
Clique na imagem para ampliar a visualização

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

12 EXERCÍCIOS DE TREINO ESPECÍFICO DE G.R. - H.P.

O Guarda-Redes (GR) de hóquei em patins ocupa um lugar especial na sua equipa:
- Realizam a maior parte do seu trabalho sem ajuda dos seus companheiros. Nada pode compensar os seus erros.
- Jogam num espaço específico, com um equipamento determinado e com regulamentos próprios e o êxito ou fracasso das suas acções é, imediatamente, visível por todos.
- Jogam apenas em tarefas fundamentalmente defensivas.- O GR tem uma influência mais directa no desenrolar do jogo.
- O GR necessita de um processo de treino mais específico, que permita: O desenvolvimento de capacidades psico-físicas, habilidades técnicas e qualidades estratégicas (algumas destas qualidades são inatas); E fornecer um conhecimento profundo acerca do lugar que ocupa e a função que desempenha.
- Apesar da especificidade do lugar, o GR faz parte da equipa e deve possuir os mesmos direitos e deveres dos seus companheiros.


Clique na imagem para aumentar


Clique na imagem para aumentar


Clique na imagem para aumentar


Clique na imagem para aumentar

Fonte:

Prof. Fernando Luís, in "Os Árduos Caminhos para a vitória".

Prof. Jorge Lopes, in curso de treinadores de hóquei em patins, 2005.

domingo, 21 de setembro de 2008

10 PERGUNTAS CURTAS A LUÍS FILIPE CASTRO


Luís Filipe Barbosa de Barros e Castro
Treinador e Coordenador da ADP - Associação Desportiva de Penafiel
THP - Preferência por uma defesa à zona, uma defesa com marcação individual ou defesa com uma marcação mista? Justifique caso pense ser necessário.
LFC - Depende do adversário e do estudo e dados disponíveis sobre o mesmo. Na minha opinião é fundamental um levantamento tão exaustivo quanto possível das equipas adversárias para se conseguir optar por um sistema defensivo eficiente. Como também calculam existem situações em que o sistema defensivo tem de ser alterado face a circunstâncias que o jogo em si nos coloca. Daria com toda a certeza pano para mangas discutir todos os aspectos dos diversos sistemas defensivos.
THP - Maior predominância de treino para as situações de contra-ataque ou de ataque planeado?
LFC - Normalmente situações de contra-ataque rápido, embora também aqui muitas vezes a situação jogo altera completamente as soluções adoptadas. Há quem reforce e advogue que o Hóquei em Patins é um jogo de contra-ataque! Aqui fica a sugestão para um debate interessante. O Hóquei em Patins é predominantemente um jogo de contra-ataque?
THP - Em caso de opção, porque o ideal será ter atletas completos a todos os níveis, preferência por jogadores tecnicamente evoluídos, ou por jogadores tacticamente evoluídos?
LFC - Também aqui a resposta poderá levantar muitas questões, mas se pudesse ou fosse "obrigado" a escolher optaria por jogadores tecnicamente evoluídos já que julgo ser mais "fácil" desenvolver os aspectos tácticos.
THP - Treinar situações de "bolas paradas" é tempo útil ou tempo perdido, na sua opinião?
LFC - Qualquer tipo de situações de jogo não é de maneira nem jeito nenhum tempo perdido! Um livre directo ou indirecto, um penalti, etc., não são situações de "bola parada?
THP - Nos arranques das épocas, dá preferência aos chamados "treinos físicos de sapatilhas", ou ao chamado "treino de patins com bola"?
LFC - Preferência para treino físico embora muito diversificado e que por exemplo vai da corrida jogos divertidos até a aulas de aeróbica, dependendo contudo da avaliação física que deve anteceder o inicio dos trabalhos e dos escalões onde se pretende desenvolver os trabalhos.
THP - O planeamento do treino e da época em si é fundamental para atingir os "objectivos" propostos, ou nem por isso?
LFC - Sem dúvida nenhuma que é fundamental e indispensável para se atingir qualquer objectivo seja ele qual for.
THP - Vale a pena o treinador de hóquei em patins apostar na sua formação contínua? Justifique caso pense ser necessário.
LFC - Acho que vale a pena sem dúvida, pois como diz o ditado!
THP - Se pudesse alterar algumas regras de jogo, quais alteraria?
LFC - Bom tema para se conversar se fosse na FIRS no sentido de se uniformizarem as regras a nível internacional para que o Hóquei fosse praticado em todo o mundo. Não é com regras diferentes nomeadamente em Portugal, Espanha e Itália que vai a algum lado. Não acham?
Mas respondendo à pergunta alteraria várias, por exemplo a situação que origina penalti, bola no patim ou patim na bola. Linha de anti-jogo ou não (bom tema de discussão). Balizas maiores? Por que não! Tempos máximos para direccionar ou tentar a concretização à semelhança do basket?
THP - As arbitragens muitas vezes podem influenciar o resultado final de uma partida. Concorda? Como vê a evolução dos árbitros e nomeadamente das arbitragens a nível nacional e internacional? Há discrepâncias nas decisões para o mesmo tipo de lances, ou não?
LFC - É claro que podem! È uma das condicionantes do jogo mas se existissem mais árbitros e as equipas de arbitragem fossem sempre constituídas no mínimo por 2 juízes não existiriam tantos problemas e "dúvidas" nos jogos. Para além do mais não vai longe o tempo em que as equipas de arbitragem eram constituídas por três juízes, um árbitro e dois fiscais de baliza (lembram-se). Também julgo que como sabem com o dinheiro que os juízes ganham se calhar ninguém saía de casa, é necessário dignificar o trabalho que executam e também verificar as condições para o seu desempenho. Depois aumentar a exigência. Uma equipa de arbitragem no futebol na Liga ganha por jogo cerca de 1.250,00 € por elemento os juízes de Hóquei quanto ganham. Sei que são situações não comparáveis mas no entanto acham que os juízes de Hóquei ganham o suficiente para fazer face às despesas?
THP - Qual o número ideal de atletas para se ter e trabalhar num plantel de Hóquei em Patins ao longo de uma época?
LFC - 10, 11 jogadores de campo e 3 guarda-redes.
THP - O que pensa do nosso blog? Está mais atractivo e funcional agora?
LFC - Bom trabalho. É pena que os jornais, televisões, imprensa regional e local falada e escrita não nos liguem nenhuma. Faço aqui um apelo a todos para a criação de um jornal que ao menos nos diga como vai o desporto local nos dê alguma visibilidade nos ajude a enfrentar o poderoso jogo chamado futebol. Se acharem que é uma ideia válida e se precisarem de mim aqui estou e estarei sempre ao lado do desporto amador em geral e do HÓQUEI EM PATNS EM PARTICULAR. O site está efectivamente melhor, mais atractivo e funcional.
Sinceros parabéns pelo V/trabalho em prol do Hóquei em Patins.
M/C.Luis Filipe Castro
THP: Obrigado pelo tempo despendido e pela colaboração.

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

10 PERGUNTAS CURTAS A JOSÉ FREIRE


José Júlio Freire
Treinador Seniores Feminino e Infantis B do Clube Hóquei dos Carvalhos
THP - Preferência por uma defesa à zona, uma defesa com marcação individual ou defesa com uma marcação mista? Justifique caso pense ser necessário.
JF - Prefiro defesa com marcação individual na generalidade, mas também gosto da marcação mista dependendo do adversário.
THP - Maior predominância de treino para as situações de contra-ataque ou de ataque planeado?
JF - Contra-ataque, sem dúvida.
THP - Em caso de opção, porque o ideal será ter atletas completos a todos os níveis, preferência por jogadores tecnicamente evoluídos, ou por jogadores tacticamente evoluídos?
JF - Tecnicamente evoluídos.
THP - Treinar situações de "bolas paradas" é tempo útil ou tempo perdido, na sua opinião?
JF - Tempo útil.
THP - Nos arranques das épocas, dá preferência aos chamados "treinos físicos de sapatilhas", ou ao chamado "treino de patins com bola"?
JF - O arranque de época normalmente é feito de treinos físicos de sapatilhas mas na primeira semana já rolam os patins.
THP - O planeamento do treino e da época em si é fundamental para atingir os "objectivos" propostos, ou nem por isso?
JF - O planeamento é fundamental para o trabalho a desenvolver ao longo da época, para atingir os objectivos já é relativo.
THP - Vale a pena o treinador de hóquei em patins apostar na sua formação contínua? Justifique caso pense ser necessário.
JF - Sim. É importante que o treinador receba o maior número de formação possível e esteja em constante actualização.
THP - Se pudesse alterar algumas regras de jogo, quais alteraria?
JF - Embora existam algumas regras com as quais eu discordo a que alterava era a marcação de grande penalidade quando a bola sobe dentro da área por ressalto.
THP - As arbitragens muitas vezes podem influenciar o resultado final de uma partida. Concorda? Como vê a evolução dos árbitros e nomeadamente das arbitragens a nível nacional e internacional? Há discrepâncias nas decisões para o mesmo tipo de lances, ou não?
JF - As arbitragens podem e por vezes influenciam o resultado final. Os árbitros por muito que evoluam quer a nível nacional ou internacional acabam por directa ou indirectamente influenciar resultados. Nas decisões em lances idênticos normalmente um lance raramente é visto da mesma forma por duas pessoas diferentes.
THP - Qual o número ideal de atletas para se ter e trabalhar num plantel de Hóquei em Patins ao longo de uma época?
JF – 12.
THP - O que pensa do nosso blog? Está mais atractivo e funcional agora?
JF - O blog melhorou consideravelmente.
THP: Obrigado pelo tempo despendido e pela colaboração.

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

10 PERGUNTAS CURTAS A PEDRO ANTUNES


Pedro Antunes
Treinador dos Iniciados e Juvenis do Genève RHC (Suíça)
THP - Preferência por uma defesa à zona, uma defesa com marcação individual ou defesa com uma marcação mista? Justifique caso pense ser necessário.
PA - TODAS.
THP - Maior predominância de treino para as situações de contra-ataque ou de ataque planeado?
PA – Contra-Ataque.
THP - Em caso de opção, porque o ideal será ter atletas completos a todos os níveis, preferência por jogadores tecnicamente evoluídos, ou por jogadores tacticamente evoluídos?
PA – A este nível: Tecnicamente evoluídos.
THP - Treinar situações de "bolas paradas" é tempo útil ou tempo perdido, na sua opinião?
PA – É sempre Tempo ÚTIL.
THP - Nos arranques das épocas, dá preferência aos chamados "treinos físicos de sapatilhas", ou ao chamado "treino de patins com bola"?
PA – PATINS COM BOLA.
THP - O planeamento do treino e da época em si é fundamental para atingir os "objectivos" propostos, ou nem por isso?
PA – É importante.
THP - Vale a pena o treinador de hóquei em patins apostar na sua formação contínua? Justifique caso pense ser necessário.
PA – SIM. Nós estamos sempre a ensinar, mas precisamos também de ter quem nos ensine. Estamos sempre a aprender.
THP - Se pudesse alterar algumas regras de jogo, quais alteraria?
PA – Jogar em vantagem numérica quando: Cartão Azul: Até que marque 1 golo mas máximo 5 minutos e Cartão Vermelho: 10 minutos, quer marque ou não golos.
THP - As arbitragens muitas vezes podem influenciar o resultado final de uma partida. Concorda? Como vê a evolução dos árbitros e nomeadamente das arbitragens a nível nacional e internacional? Há discrepâncias nas decisões para o mesmo tipo de lances, ou não?
PA – SIM. TODOS COMETEMOS ERROS, QUE DEVEM SER ACEITES, DESDE QUE NAO SEJAM PREMEDITADOS. SIM.
THP - Qual o número ideal de atletas para se ter e trabalhar num plantel de Hóquei em Patins ao longo de uma época?
PA – 3 GR & 10 Jogadores de campo.
THP - O que pensa do nosso blog? Está mais atractivo e funcional agora?
PA – Estava mais habituado ao outro. Mas é sempre bom inovar.
THP: Obrigado pelo tempo despendido e pela colaboração.

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

10 PERGUNTAS CURTAS A ANTONIO SARIOL VILA


Antonio Sariol Vila
Director Escuela de Iniciación de Hockey Patines del PATI HOCKEY CLUB SANT CUGAT de (Barcelona)
THP - Preferência por uma defesa à zona, uma defesa com marcação individual ou defesa com uma marcação mista? Justifique caso pense ser necessário.
ASV - SEGUN NECESIDADES SISTEMA EQUIPO CONTRAIO HAY QUE VARIAR LA DEFENSA PARA CONTRARRESTRA SU TACTICA, EN EL HOCKEY ACTUAL POCOS ENTRENADORES CAMBIAN DURANTE UN PARTIDO DE DEFENSA. NO LO ENTINEDO?
THP - Maior predominância de treino para as situações de contra-ataque ou de ataque planeado?
ASV - EL CONTRATAQUE EN MUY IMPORTANTE EN EL HOCKEY ACTUAL, NO OBSTANTE DEBEMOS TENER UN SISTEMA QUE PERMITA REALIZAR CON EFICACIA EL ATAQUE ESTATICO.
THP - Em caso de opção, porque o ideal será ter atletas completos a todos os níveis, preferência por jogadores tecnicamente evoluídos, ou por jogadores tacticamente evoluídos?
ASV - LAS DOS COSAS SON IMPORTANTES, NO OBSTANTE DEBEMOS ENSEÑARLES DESDE PEQEUÑO UN BUEN NIVEL TECNICO ASI PODRÁ SUPLIR EL ASPECTO TACTICO SIS NO ES SU FUERTE.
THP - Nos arranques das épocas, dá preferência aos chamados 'treinos físicos de sapatilhas', ou ao chamado 'treino de patins com bola'?
ASV - EN MI OPINION LA EDUCACION FISICA CON PATINES ES DEL TODO FAVORABLE, EN CONSECUENCIA DESDE LA ESCUELA PODEMOS HACER EDUCACION FISICA CON PATINES, ESTOY REALIZANDO UN CREDITO DE PATINAJE DONDE HAY UN APARTADO DE EDUCACION FISICA CON PATINES PARA LA ESCUELA DE INICIACION.
THP - O planeamento do treino e da época em si é fundamental para atingir os 'objectivos' propostos, ou nem por isso?
ASV - EVIDENTEMENTE TENEMOS QUE PLANIFICAR LA TEMPORADA CON OBJETIVOS, TECNICOS, TACTICOS Y FISICOS PARA CONSEGUIR LOS OBJETIVOS.
THP - Vale a pena o treinador de hóquei em patins apostar na sua formação contínua? Justifique caso pense ser necessário.
ASV - LA FORMACION ES EL PILOTO DE CUALQUIER PROYECTO, EN HOCKEY PATINES TENEMOS MUCHA FALTA DE FORMACION EN TODOS LOS NIVELES, ENTRENDORES, DIRECTIVOS, JUGADORE, ARBITROS...
THP - Se pudesse alterar algumas regras de jogo, quais alteraria?
ASV - PERMITIRIA LA POSIBILIDAD DE LOS BLOQUEOS, EL TIEMPO DE POSESION EN ATAQUE Y SER MUY RIGUROSO CON LA VIOLENCIA, SANCIONAR CON TARJETAS AZUL CUALQUIER FALTA CONTRA LA VALLA Y OBSTRUCCION DE ATAQUE HAY QUE BENEFICIAR EL JUEGO CRATIVO. EN 1989 EN SAN JUAN COORDINE UN COMITE TECNICO DE ESTUDIO DE NUEVAS REGLAS PARA LOS JJOO DE BARCELONA 1992, LA PRIMERA REUNION FUE UN EXITO TOTAL CON ENTRENADORES Y ARBITROS COMO: Carlos Dantas, Fernando Rey, Carlos Trullos, Mestres, Maier... AL DIA SIGUIENTE NUESTROS DIRECTIVOS SE LA CARGARON PORQUE NO QUERIAN SER OLIMPICOS.
THP - As arbitragens muitas vezes podem influenciar o resultado final de uma partida. Concorda? Como vê a evolução dos árbitros e nomeadamente das arbitragens a nível nacional e internacional? Há discrepâncias nas decisões para o mesmo tipo de lances, ou não?
ASV - SI FALTA COMO HE DICHO FORMACION DE TECNICOS, LOS ARBITROS ES MUCHO MAS TRISTE SU PAPEL SOLAMENTE ESPAÑA, PORTUGAL, ITALIA ESTAN UN POCO BIEN FORMADOS, PERO PARA CONSEGUIR TODO ESTO NECESITAMOS DIRECTIVOS CON VOLUNTAD DE TRABAJAR PARA Y SOLO PARA EL HOCKEY PATINES, NO PARA SUS INTERESES POLITICOS.
THP - Qual o número ideal de atletas para se ter e trabalhar num plantel de Hóquei em Patins ao longo de uma época?
ASV - YO TARBAJO SOLAMENTE CON ESCUELA DE INICIACION ENTRE 4 Y 8 AÑOS NIÑOS Y NIÑAS TENGO GRUPOS DE 20 -25 ALUMNOS EN PISTA PORQUE ME FATA ESPACIO Y NO TENGO MAS, LO IDEAL ES TENER 10-12 ALUMNOS EN PISTA Y ENTRENADOR QUE LO QUE TENGO QUE HACER AHORA ES PARTIR LA PISTA Y TRABAJAR CON UN GRUPO REDUCIDO Y POR NIVEL DE PATIN, SI TRABAJAS CON HOCKEY BASE TAMBIEN ES IMPORTANTE PODER TRABAJAR CADA ENTRENADOR CON SU EQUIPO 2 - 8 JUGADORES/AS COMO MAXIMO.
THP - O que pensa do nosso blog? Está mais atractivo e funcional agora?
ASV - NO TENGO MUCGO TIEMPO PARA ENTRAR EN LOS BLOCS Y FORUMS PERO TODO CUANTO SE TRABAJE EN POSITIVO PARA MEJORAR NUESTRO DEPORTE ES BUENO.

THP: Obrigado pelo tempo despendido e pela colaboração.

terça-feira, 9 de setembro de 2008

10 PERGUNTAS CURTAS A RUI CARVALHO

Rui Carvalho
Coordenador de Formação da Casa do Povo de Sobreira
Escalões: Escolinhas, Benjamins, Escolares, Infantis e Iniciados
THP - Preferência por uma defesa à zona, uma defesa com marcação individual ou defesa com uma marcação mista? Justifique caso pense ser necessário.
RC - Marcação Individual, independentemente do escalão, defendo que a marcação individual deverá ser ensinada desde os mais pequenos, mesmo que isso leva a resultados desnivelados.
A marcação individual faz com que nos escalões mais novos, os atletas desenvolvam mais facilmente a patinagem.

THP - Maior predominância de treino para as situações de contra-ataque ou de ataque planeado?
RC - Ambas.

THP - Em caso de opção, porque o ideal será ter atletas completos a todos os níveis, preferência por jogadores tecnicamente evoluídos, ou por jogadores tacticamente evoluídos?
RC - Tacticamente, de que me interessa ter um conjunto de jogadores tecnicamente evoluídos se depois não funcionam como equipa, ou não sabem defender.
THP - Treinar situações de "bolas paradas" é tempo útil ou tempo perdido, na sua opinião?
RC - É importante, é uma mais-valia para uma equipa que dispõe de mais uma solução para o decorrer do jogo, sem esquecer o treino de grandes penalidades e livres indirectos.
THP - Nos arranques das épocas, dá preferência aos chamados "treinos físicos de sapatilhas", ou ao chamado "treino de patins com bola"?
RC - Patins e bola até Iniciados, a partir daí um misto de sapatilhas e patins e bola.
THP - O planeamento do treino e da época em si é fundamental para atingir os "objectivos" propostos, ou nem por isso?
RC - O planeamento é essencial para o sucesso quer da equipa quer do Clube. Na casa do povo estamos agora a terminar um modelo de formação para todas as camadas jovens, é fundamental para que daqui a 2/3 anos tenhamos equipas a lutar pelos apuramentos aos nacionais.
THP - Vale a pena o treinador de hóquei em patins apostar na sua formação contínua? Justifique caso pense ser necessário.
RC - Sim, mas a formação muitas das vezes advém da experiência dos treinos e situações de jogo. Agora um treinador de hóquei em patins não pode esperar é que os treinadores saídos dos cursos peçam ordenados hiper inflacionados.
THP - Se pudesse alterar algumas regras de jogo, quais alteraria?
RC - Linha de anti-jogo, restabeleceria o jogador a menos quando uma equipa leva cartão azul. Alterava o pénalti para a opção de fintar ou rematar. Que saudades tenho dos pénaltis do Pedro Alves…
THP - As arbitragens muitas vezes podem influenciar o resultado final de uma partida. Concorda? Como vê a evolução dos árbitros e nomeadamente das arbitragens a nível nacional e internacional? Há discrepâncias nas decisões para o mesmo tipo de lances, ou não?
RC - Podem, mas no meio do Hóquei em Patins os árbitros são os que menos culpa têm na evolução da modalidade, apontem ante só dedo às Associações e à Federação…
THP - Qual o número ideal de atletas para se ter e trabalhar num plantel de Hóquei em Patins ao longo de uma época?
RC - 12/13.
THP - O que pensa do nosso blog? Está mais atractivo e funcional agora?
RC - Melhor, cada vez melhor.

RC - Já agora, consultem a nossa proposta de alteração do hóquei em Patins, "Proposta Global" para modificar, clarificar e melhorar o hóquei em patins português AQUI e o resultado da 1ª Reunião de Clubes AQUI
THP - Obrigado pelo tempo despendido e pela colaboração.

sábado, 6 de setembro de 2008

10 PERGUNTAS CURTAS A PAULO FERNANDES



Paulo Fernandes

Actualmente sem clube (Vice-Campeão Nacional de Iniciados em 2007/2008)

THP - Preferência por uma defesa à zona, uma defesa com marcação individual ou defesa com uma marcação mista? Justifique caso pense ser necessário.

PF - De preferência a uma marcação individual ou marcação mista, tudo depende do adversário e do jogo em si.

THP - Maior predominância de treino para as situações de contra-ataque ou de ataque planeado?

PF - Penso que ambas as situações devem ser bem treinadas. Actualmente a maior parte dos jogos ganham-se em lances de contra-ataque, fruto de boas defesas.

THP - Em caso de opção, porque o ideal será ter atletas completos a todos os níveis, preferência por jogadores tecnicamente evoluídos, ou por jogadores tacticamente evoluídos?

PF - Talvez um misto. É importante ter aqueles jogadores que de um momento para o outro podem resolver um jogo, mas penso que mais importante que isso ter um jogador que seja tacticamente evoluído é muito importante quer para ler o jogo a nível atacante que a nível defensivo. Se se conseguir ter jogadores, uns com uma característica e outros com a outra, faz-se um grupo homogéneo, visto que cada vez mais é difícil ter jogadores que tem as duas vertentes.

THP - Treinar situações de "bolas paradas" é tempo útil ou tempo perdido, na sua opinião?

PF - É útil. De um lance destes pode nascer um golo e desbloquear um jogo.

THP - Nos arranques das épocas, dá preferência aos chamados "treinos físicos de sapatilhas", ou ao chamado "treino de patins com bola"?

PF - Aos dois.

THP - O planeamento do treino e da época em si é fundamental para atingir os "objectivos" propostos, ou nem por isso?

PF - É mais do que fundamental.

THP - Vale a pena o treinador de hóquei em patins apostar na sua formação contínua? Justifique caso pense ser necessário.

PF - Claro que sim. Como em tudo na vida é sempre necessário uma renovação de conhecimentos. Contacto com outros treinadores para trocar experiências.

THP - Se pudesse alterar algumas regras de jogo, quais alteraria?

PF - Talvez voltaria a repor a possibilidade de se fintar nas grandes penalidades. Em todos os desportos uma grande penalidade é meio golo, no Hóquei é o contrario. Não quero dizer com isto que ao fintar houvesse mais golos, mas sempre havia mais hipóteses para tal.
O uniformizar a lei dos bloqueios, ou seja, que passassem a ser legais, e já agora uma critério claro do que é patins na bola ou bola no patim.

THP - As arbitragens muitas vezes podem influenciar o resultado final de uma partida. Concorda? Como vê a evolução dos árbitros e nomeadamente das arbitragens a nível nacional e internacional? Há discrepâncias nas decisões para o mesmo tipo de lances, ou não?

PF - Infelizmente não posso falar bem, penso que os árbitros muitas vezes podem influenciar o resultado. Prefiro pensar que não é propositadamente pois errar todos erramos, mas penso que a qualidade de algumas arbitragens devia melhorar. A nível Internacional, é o mesmo. Penso quer a nível de clubes quer a nível de selecções temos sido prejudicados.

THP - Qual o número ideal de atletas para se ter e trabalhar num plantel de Hóquei em Patins ao longo de uma época?

PF - Talvez 3GR e 10JC

O que pensa do nosso blog? Está mais atractivo e funcional agora?

PF - Excelente Blog, grande iniciativa. Muitos Parabéns Helder.

THP: Obrigado pelo tempo despendido e pela colaboração.

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

10 PERGUNTAS CURTAS A MIGUEL MOREIRA


Miguel Cristophe da Silva Moreira
Treinador dos Juniores e Seniores APDG Penafiel
THP - Preferência por uma defesa à zona, uma defesa com marcação individual ou defesa com uma marcação mista? Justifique caso pense ser necessário.
MM - Defesa individual com definição de trocas e zonas de pressão.
THP - Maior predominância de treino para as situações de contra-ataque ou de ataque planeado?
MM - Ataque planeado.
THP - Em caso de opção, porque o ideal será ter atletas completos a todos os níveis, preferência por jogadores tecnicamente evoluídos, ou por jogadores tacticamente evoluídos?
MM - Tacticamente evoluídos.
THP - Treinar situações de "bolas paradas" é tempo útil ou tempo perdido, na sua opinião?
MM - É treino "muito" útil!
THP - Nos arranques das épocas, dá preferência aos chamados "treinos físicos de sapatilhas", ou ao chamado "treino de patins com bola"?
MM - Aos dois! Raramente treino só de patins, mas também, raramente treino só de sapatilhas!
THP - O planeamento do treino e da época em si é fundamental para atingir os "objectivos" propostos, ou nem por isso?
MM - Claro que é fundamental!
THP - Vale a pena o treinador de hóquei em patins apostar na sua formação contínua? Justifique caso pense ser necessário.
MM - Sem dúvida! Tento em conta o volume de novas investigações feitas no âmbito do Treino Desportivo, é fundamental actualizar-se!
Pessoalmente sinto uma enorme necessidade em regularmente frequentar acções de formação, simpósios e congressos.
THP - Se pudesse alterar algumas regras de jogo, quais alteraria?
MM - Cartões e Bloqueios.
THP - As arbitragens muitas vezes podem influenciar o resultado final de uma partida. Concorda? Como vê a evolução dos árbitros e nomeadamente das arbitragens a nível nacional e internacional? Há discrepâncias nas decisões para o mesmo tipo de lances, ou não?
MM - Sim, concordo. Vejo um "fosso" cada vez maior entre os "bons" e os "menos bons". Sim, sem dúvida!
THP - Qual o número ideal de atletas para se ter e trabalhar num plantel de Hóquei em Patins ao longo de uma época?
MM - Depende sempre do contexto e do clube, mas de uma forma geral, doze.
THP - O que pensa do nosso blog? Está mais atractivo e funcional agora?
MM - É um blog muito pertinente e/ou dinâmico, estando agora "ainda" mais atractivo.
THP: Obrigado pelo tempo despendido e pela colaboração.

terça-feira, 2 de setembro de 2008

10 PERGUNTAS CURTAS A GUILLEM ALCÓN I CIURANA


Guillem Alcón i Ciurana
Asesor Deportivo Agrupación Mexicana de Hockey Sobre Patines
THP - Preferência por uma defesa à zona, uma defesa com marcação individual ou defesa com uma marcação mista? Justifique caso pense ser necessário.
GC - Prefiero una defensa mixta o bien una marcación individual, eso depende mucho del equipo rival. Algunas veces he preferido también una defensa en zona, pero depende de las características del equipo rival.
THP - Maior predominância de treino para as situações de contra-ataque ou de ataque planeado?
GC - Se debe entrenar el contra ataque, pero como estos suceden en relativamente pocas ocasiones, prefiero entrenar diversas formas de ataque donde predomine nuestro sistema y que no olvidemos en ningún momento las precauciones defensivas.
THP - Em caso de opção, porque o ideal será ter atletas completos a todos os níveis, peferência por jogadores técnicamente evoluídos, ou por jogadores tácticamente evoluídos?
GC - Con jugadores técnicos es muy fácil implementar tácticas, pero también es necesario que esos jugadores sepan participar de las tácticas de conjunto, la labor del entrenador consistirá en acoplar esos jugadores entre si.
THP - Treinar situações de "bolas paradas" é tempo útil ou tempo perdido, na sua opinião?
GC - Hay que ensayar jugadas a bola parada, creo sinceramente que ningún tipo de entrenamiento es tiempo perdido, precisamente soy de la creencia que ni hay ningún jugador por muy bueno que sea o haya sido que lo haya sabido todo en el Hockey. Todos los jugadores siguen aprendiendo cosas aunque tengan 50 años y Todi y así jamás lo sabrán todo, por lo que cualquier tipo de entrenamiento nunca es tiempo perdido.
THP - Nos arranques das épocas, dá preferência aos chamados "treinos físicos de sapatilhas", ou ao chamado "treino de patins com bola"?
GC - A los niños los entreno con ejercicios físicos adaptados a su edad ya que un jugador de Hockey aunque sea el mejor del mundo antes de un entrenamiento con patines debe entrenar con zapatillas ya que la condición física es importantísima como también lo es la elasticidad, esta se consigue además utilizando zapatillas. Desde luego que los niños no van a aumentar su masa muscular, sabemos que es a partir de los 12 años cuando una persona puede comenzar a desarrollar la musculatura, pero creo conveniente hacerlo desde el inicio ya que así se acostumbran a realizar esta rutina tan importante y muchas veces olvidada.
THP - O planeamento do treino e da época em si é fundamental para atingir os "objectivos" propostos, ou nem por isso?
GC - Desde luego debe existir una planificación en cada uno de los entrenamientos, es muy importante la preparación del entrenamiento tanto por el Entrenador como por el Físico, sabemos que durante la temporada hay diferentes épocas (inicio, media temporada y final de temporada) debemos planificar de tal forma que nuestro equipo alcance en el menor tiempo posible el 80 % de rendimiento y programarlo para que aguante el 100 % de este rendimiento por el mayor tiempo posible de la temporada y eso es una labor previa de estudio de los objetivos y de la capacidad de cada uno de nuestros jugadores.
THP - Vale a pena o treinador de hóquei em patins apostar na sua formação contínua? Justifique caso pense ser necessário.
GC - Como dije anteriormente nadie ni los jugadores ni los entrenadores lo sabrán todo, desde luego que es necesario un continuo reciclaje y lo que sería muy interesante es que cada entrenador publicara sus métodos de entrenamiento y los ejercicios que se realizan, no concibo un entrenador que se guarde para él mismo esas técnicas, creo sinceramente que el Hockey es de todos y todos debemos aporar nuestro grano de arena y jamás ocultar nada.
THP - Se pudesse alterar algumas regras de jogo, quais alteraria?
GC - Ya lo hice, colaboré en la redacción de las nuevas Reglas que espero se aprueben ahora en Japón.
THP - As arbitragens muitas vezes podem influenciar o resultado final de uma partida. Concorda? Como vê a evolução dos árbitros e nomeadamente das arbitragens a nível nacional e internacional? Há descrepâncias nas decisões para o mesmo tipo de lances, ou não?
GC - Un Árbitro se equivoca como todos, pensar que no habrá equivocaciones en los árbitros es un error ya que deben decidir en milésimas de segundo lo que deben aplicar y basándose en que regla. Desde luego que hay árbitros que perjudican (normalmente al equipo débil) y pueden influir en un resultado, pero también es cierto que hay malos entrenadores, malos jugadores y mucho más malos directivos. Creo sinceramente que al cuerpo arbitral le falta preparación, una preparación profesional y ganas y amor al Hockey, desde luego que muchos de ellos la tienen, es por ello que respeto mucho a esos señores y acepto sus errores involuntarios como lances del juego.
THP - Qual o número ideal de atletas para se ter e trabalhar num plantel de Hóquei em Patins ao longo de uma época?
GC - Para mi lo mejor sería tener una plantilla compensada que conste de 15 jugadores en total (12 de pista y 3 porteros), ya que si se aprueban las nuevas Reglas en partidos internacionales se podrán alinear o inscribir 13 jugadores en lugar de los 10 de ahora.
THP - O que pensa do nosso blog? Está mais atractivo e funcional agora?
GC - Me encantan todos los blogs y todas las páginas Web que hablen sobre el Hockey, creo que lo que hace atractivo a una Web o un Blog es su contenido que sea interesante para todos los que estamos dentro de este mundo como por aquellos que puedan entrar por casualidad.
THP: Obrigado pelo tempo despendido e pela colaboração.