domingo, 28 de dezembro de 2008


O blogue THP deseja a todos os seus leitores, amigos, parceiros e demais pessoas um Feliz Ano Novo, fazendo sinceros votos para que 2009 seja um ano repleto de sucessos e êxitos a todos os níveis.
Relembramos ainda todos os leitores, tal como é nosso hábito nesta altura do ano, que durante o período do Natal e do Ano Novo, não publicaremos nada mais no blogue, por dois motivos:
1º É tempo de dedicarmos este período à família e aos amigos
2º É tempo de recuperarmos algumas energias para entrarmos em 2009 cheios de forças para continuar este projecto.
Convidamos desde já todos os nossos leitores e não só a lerem entrevistas, mensagens, opiniões, sondagens e tudo o resto que já foi publicado anteriormente.
Um Bem-Haja a Todos vós,
Helder Antunes - THP

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008



Clique na imagem para ampliar

O blogue THP deseja a todos os seus leitores, amigos, parceiros e demais pessoas um Santo e Feliz Natal, bem como muitos presentes no "sapatinho". Renovamos também os votos para que 2009 seja um ano repleto de sucessos e êxitos a todos os níveis.

Relembramos ainda todos os leitores, tal como é nosso hábito nesta altura do ano, que durante o período do Natal e do Ano Novo, não publicaremos nada mais no blogue, por dois motivos:

1º É tempo de dedicarmos este período à família e aos amigos

2º É tempo de recuperarmos algumas energias para entrarmos em 2009 cheios de forças para continuar este projecto.

Convidamos desde já todos os nossos leitores e não só a lerem entrevistas, mensagens, opiniões, sondagens e tudo o resto que já foi publicado anteriormente.

Um Bem-Haja a Todos vós,

Helder Antunes - THP

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

OPINIÃO DE TONI SARIOL EM RELAÇÃO À CRIAÇÃO DE UMA FEDERAÇÃO SÓ DE HÓQUEI EM PATINS

"EL PROBLEMA NO ES EL HACER UNA FEDERACION SOLO PARA HOCKEY PATINES, EL PROBLEMA ES DE FORMACION EN TODOS LOS SENTIDOS Y CADA VEZ TENEMOS MENOS JUGADORES DE CALIDAD POR FALTA DE FROMACION DE TECNICOS. EL HOCKEY CARECE DE ESPECTACULARIDAD, DE CALIDAD TECNICA, DE SISTEMAS, DE ESTRATEGIAS...
SE DICE QUE LOS CAMPEONATOS ESTAN CADA VEZ MAS IGUALADOS, SOLAMENTE ES POR LA FALTA DE FORMACIÓN Y EVOLUCION TECNICA, ESPAÑA, PORTUGAL, ITALIA HAN BAJADO MUCHISIMO Y LOS DEMAS NOS IGUALAN SIN G¡HACER NADA, SOLO DEFENDIENDOSE CON ORDEN Y NADA MAS. EN NUESTRO DE PORTE NO HAY CULTURA DE FORMACION, SE HACE MUY POCA INVESTIGACION, MUY POCOS CURSOS, MUY POCOS SEMINARIOS, CLINICS...

SI HACEMOS UNA FEDERACION SOLO DE HOCKEY PERO CON LOS MISMOS DIRIGENTES Y PERSONAJES QUE HAY EN LA ACTUALIDAD, ESTAMOS MUERTOS, DURENTE MAS DE 30 AÑOS HEMOS TENIDO UNOS PERSONAJES MUY SINISETROS EN NUESTRO DEPORTE, VERDADEROS VIVIDORES, DE JUERGAS, VIAJES....

Antonio Martra (Catalunya-España) Pedro Torras (Catalunya-España) Isidro oliveras 8Catalunya-España) Castelo Branco e.p.d. (Portugal) ESTOS SEÑORES SU LEMA ERA: si los demás paises no aprenden a jugar, nadie nos ganará y asi mantendremos seimre nuestro sillón presindecial !!

DE MEZQUINOS, MISERABLES... asi nos va ahora, HASTA ESPAÑA Y PORTUGAL SUFREN SU FALTA DE FORMACION DE SU ETAPA.

LO QUE HACE FALTA, ES QUE DE UNA VEZ POR TODAS REALICEMOS PROGRAMAS DE FORMACION COHERENTES, CON PROFESIONALES; QUE LOS CLUBES TENGAN GESTORES CUALIFICADOS Y NO QUE LOS PADRES DE LOS PROPIOS JUGADORES REALICEN LAS FUNCIONES EJECUTIVAS, ELLOS SOLAMENTE SE PREOCUPAN DE SUS HIJOS, EL HOCKEY EN GENREAL LES IMPORTA MUY POCO SOLO QUIEREN QUE SUS HIJOS PUEDAN SEGUIR JUGANDO.

TENEMOS QUE SER MAS PROFESIONALES Y DEJARNOS DE AMIGUISMOS, SI UN JUGADOR REALIZA UNA AGRESION A UN ARBITRO, ES POR FALTA DE NO HABER TENIDO NI FORMACION, NI EDUCACION DEPORTIVA, TANTO DE EL, COMO DE SUS ENTRENADORES. ESTE JUGADOR DEBERA ESTARSE COMO MINIMO DOS AÑOS SIN PODER JUGAR EN NINGUN LADO, AHORA LUIS GIL SE MARCHA A PORTUGAL PORQUE EN ESPAÑA LO HAN SANCIONADO, PERO EN PORTUGAL SI PUEDE JUGAR, AQUI ESTA EL PROBLEMA DE NUESTRO HOCKEY. CADA PAIS TIENE SUS NORMAS, SU REGLAMENTO, HASTA SUS PORTERIAS SON DISTINTAS, ASI NO VAMOS A NINGUN LADO. HAY QUE FORMAR A PROFESIONALES: TENEMOS QUE ESTRUCTURAR LOS CLUBS Y LAS FEDERACIONES CON DIRECTORES EJECUTIVOS PROFESIONALES !!

HAY QUE HACER DESAPARECER A TODOS LOS MERCENARIOS DE NUESTRO DEPORTE Y PONER A GERENTES, DIRECTORES TECNICOS, DIRECTORES DE MARKETING, DIRECTORES DE RRPP y PRENSA, DIRECTORES FINANCIEROS .... "

PROFESIONALES !!
SALUDOS A TODOS,

Toni Sariol

Barcelona España

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

QUEM TERÁ MAIS DIFICULDADES EM SE ADAPTAR ÀS NOVAS REGRAS DO HÓQUEI EM PATINS? - VEJA AQUI OS RESULTADOS


Gráfico com os resultados em %.
Clique na imagem para ampliar
Chegou ao fim votação on-line que o nosso blogue levou a cabo entre os dias 17 de Outubro e 17 de Dezembro de 2008.
Após dois meses, onde os nossos leitores puderam expressar a sua opinião, verificamos e concluímos com base nesta recolha de opiniões que os árbitros serão os que terão mais dificuldades em se adaptar às novas regras do hóquei em patins. Nesta ordenação, seguem-se os jogadores, o público em geral, os treinadores e os dirigentes.
Ao longo destes dois meses obtivemos 69 votações, sendo que cada registo de IP apenas poderia submeter votação uma única vez.
Dos 69 votantes, votaram:
27 - árbitros
15 - jogadores
12 - público
8 - treinadores
7 - dirigentes
Desde já o blogue THP agradece a participação de todos e espera continuar com a vossa colaboração nas próximas votações.
As nossas votações serão sempre colocadas na coluna do lado direito do nosso blogue.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

TREINADOR - "60" TAREFAS/COMPETÊNCIAS

SER TREINADOR
…exige conhecimentos e requer experiências que ultrapassam as aquisições de uma carreira de atleta. Um excelente atleta, nem sempre terá a garantia de possuir capacidade para ensinar e, muito menos, de ser capaz de criar climas de trabalho próprios para a aprendizagem ou o treino. A experiência do atleta é importante mas, para "ser treinador", para além da lógica do jogo e dos seus elementos, torna-se fundamental dominar a lógica pedagógica do ensino. A função de treinador implica a tomada de decisões, organizadas com base em indicadores e segundo critérios que obedecem a uma certa ordem e em diferentes domínios, como a organização do treino, liderança, estilo e formas de comunicação com os jogadores, dirigentes, árbitros, jornalistas, etc., opções estratégicas e tácticas decorrentes da observação e análise do jogo, da gestão das pressões contidas na competição, do controlo da capacidade de concentração e emoções, etc.
SER TREINADOR
…coloca-nos perante a necessidade de desempenharmos as funções de: "Leaders"; Professores; Organizadores/planificadores; Motivadores; Guias/conselheiros; Disciplinadores;
…exige-nos qualidades imprescindíveis tais como: Saber/conhecimento; Habilidade para ensinar; Qualidades próprias; Trabalhar em equipa; Criar clima de Sucesso;
…subentende um constante interesse pela inovação científica, pedagógica e cultural e a recusa permanente de atitudes seguidistas ou subservientes;
…exige uma cultura geral e específica, possibilitadora das necessárias intervenções críticas, com reflexos no desejado desenvolvimento do desporto nacional;
…apresenta evidentes pontos comuns com a de gestor de empresa. A actividade de ambos tem a ver com a gestão de sistemas complexos em meios turbulentos, apresentando-se o treinador como um gestor operacional de uma alargada equipa de trabalho, onde lhe cumpre desempenhar uma acção decisiva em tudo o que diga respeito ao rendimento e àqualidade de intervenção dos componentes que a integram…
Araújo, J.(1997). A atitude profissional do treinador. Treino Desportivo,(1). pp. 3-10…

"O Treinador não é um predestinado e, tal qual os atletas, necessita de ser detectado, seleccionado, ensinado, treinado, etc. Sem o desenvolvimento individual deste, não há rendimento possível"

Araújo, J.(1987). O treino do treinador. Horizonte, IV (22). pp. 114-119


60
«É o número minimo de tarefas/competências que o treinador tem/deve desempenhar/fazer ou teria/deveria...» THP
Analisar,
Aperfeiçoar,
Aprender,
Automatizar,
Avaliar,
Colaborar,
Comunicar,
Confiar,
Conhecer,
Controlar,
Cooperar,
Criar,
Criticar,
Decidir,
Detectar,
Dirigir,
Disciplinar,
Educar,
Ensinar,
Especializar,
Estimular,
Exercitar,
Experienciar,
Formar,
Gerir,
Habilitar,
Individualizar,
Influenciar,
Informar,
Instruir,
Intervir,
Liderar,
Modelar,
Moralizar,
Motivar,
Observar,
Orçamentar,
Organizar,
Orientar,
Participar,
Planear,
Planificar,
Preparar,
Programar,
Promover,
Qualificar,
Realizar,
Registar,
Relacionar,
Repetir,
Respeitar,
Reunir,
Saber,
Seleccionar,
Sistematizar,
Superar,
Teorizar,
Transmitir,
Treinar,
Valorizar, …
Sem ORGANIZAÇÃO não há REGRAS,
Sem REGRAS não há DISCIPLINA,
Sem DISCIPLINA não há RESULTADOS,
Sem RESULTADOS não há SUCESSO(s) ...
Fonte: José Pedro Martins, prof., "O treino do Treinador - Das tarefas de gestão à gestão das tarefas", in seminário do curso de treinadores de hóquei em patins nível 3 da FPP, Coimbra, 2007.
José Pedro Matins:
Licenciatura em Educação Física
Mestrado em Ciências do Desporto -"Desporto de Crianças e Jovens"
Ex-PraticanteFederado de Hóquei em Patins
Treinador de Hóquei em Patins desde 1982/1983
Treinador Adjunto das Selecções Nacionais de Juniores 1996, 97, 98; Juvenis 1997 e Esperanças 1997
Treinador e Seleccionador Nacional de Juniores 1999, 2000, 01, 02; Juvenis 1999, 2000, 01 e Esperanças 2002
Treinador Adjunto da Selecção Italiana de Seniores 2005

domingo, 7 de dezembro de 2008

HIDRATAÇÃO PARA DESPORTISTAS

Durante o treino o organismo liberta água corporal e sais minerais. As reservas de açúcar diminuem. Fundamental é, por isso, saber como repor os elementos perdidos e dar de beber ao corpo.
A desidratação não acontece apenas aos atletas profissionais. Um estudo de 2006 indica que metade das pessoas que frequentam ginásios iniciam a actividade física já desidratadas. A seguir a uma actividade física prolongada, pode perder um ou dois quilos, mas isso não significa uma redução de gorduras. Quando perde este tipo de peso, significa que está a perder fluidos que o seu corpo necessita para funcionar correctamente, pelo que é essencial repô-los antes, durante e depois da actividade física. Por cada 1% de peso corporal perdido por desidratação, o ritmo cardíaco aumenta 5-8 batidas por minuto, a capacidade cardíaca diminui significativamente e a temperatura do corpo aumenta 0,2-0,3ºC. Todos estes factores limitam o aporte de oxigénio aos músculos. Então como garantir uma hidratação correcta?
O que beber?
Água - Apesar de a água fornecer fluidos essenciais para o funcionamento do corpo,estudos recentes demonstram que pessoas activas e atletas apenas repõem metadedos fluidos perdidos durante o exercício físico, quando optam por beber água.
Bebidas desportivas - Possuem electrólitos, incluindo sódio e potássio, que repõem o que se perdeu através do suor. Estudos demonstram que os atletas e desportistas bebem necessariamente mais, se se tratar de uma bebida aromática do que água. Consequentemente estarão melhor hidratadas. As bebidas desportivas contêm hidratos de carbono, que fortalecem os músculos (reposição do glicogénio muscular) e ajudam a resistir à fadiga. Procure uma bebida desportiva com 6% de hidratos de carbono (14g por 240ml), o nível óptimo para reabastecer o corpo em actividade.
Quando beber?
Antes do exercício – 500 a 600 ml duas a três horas antes da actividade física e beber250-300ml adicionais de fluidos 10 a 20m antes do inicio da prática desportiva.
Durante o exercício – 250-300 ml (cada 15m)
Depois do exercício – Beber pelo menos 125 ml por cada 100g perdidos nas 2 a 3 horas seguintes ao exercício físico.
Conselhos adicionais sobre hidratação
Quando estiver activo, não confie na sua sede.
- Com o corpo quente e suado, o seu mecanismo da sede pode “desligar-se” cedo demais, enganando-o e levando-o a acreditar que não necessita de mais líquidos.
Os fluidos não são absorvidos mais rapidamente se consumidos frios ou à temperatura ambiente.
- Isto significa que a temperatura não afecta a absorção dos fluidos e pode ser bebida à temperatura que mais apreciar. Para a maioria das pessoas que faz exercício físico,a preferência recai sobre bebidas frescas.
Verifique a cor da sua urina
- Se a cor da sua urina for escura, da cor do chá, significa que está desidratado. Se forda cor da limonada, isso indica que está a hidratar-se correctamente.
Atenção
Se a ingestão de bebidas isotónicas (ou águas pobres em sódio) for demasiada, o excesso de líquidos pode ser mais prejudicial do que benéfico. O corpo fica com baixos níveis de sódio e entra em hiponatremia, uma condição caracterizada por desorientação, letargia, tonturas e problemas respiratórios. Convém por isso fazer uma adequada do perfil do atleta, factores de risco, pesagem pré e pós-competição.
Fonte:
http://performance.clix.pt/html/alimentos_desc.asp?id=436

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

CHEGOU O FRIO... CUIDADOS A TER A NÍVEL DE TREINO

O frio obriga-nos a ter alguns cuidados a nível de treino, sobretudo como planeámos o treino. Assim sendo, aqui ficam algumas sugestões/dicas:
  • Devemos começar o treino com uma evolução lenta e gradual, para que o corpo/organismo se adapte.
  • O chamado "Aquecimento" deve ser muito mais demorado que o normal. Pelo menos entre 20 a 30 minutos, no caso do hóquei em patins.
  • É fundamental fazer-se alongamentos na parte inicial e na parte final do treino.
  • Deve beber-se bastante água, principalmente quando o corpo está mais quente.
  • A intensidade aconselhável ronda os 50% a 70% da frequência cardíaca máxima (FCM):
  1. A FCM pode ser calculada assim: FCM= 220 - Idade.
  2. Depois calculamos a percentagem: 50 ou 70 X FCM : 100.
  3. Seguidamente tiramos a pulsação durante 15 segundos e multiplicamos por quatro.
  4. O valor obtido deverá estar entre 50% e 70% da FCM calculada no ponto 2. Acima de 70% estamos a trabalhar numa intensidade elevada e abaixo de 50% estamos a trabalhar numa intensidade baixa.
  • Os atletas devem usar mais peças de roupa, mas sem exageros. É preferível ao longo do treino ir tirando roupa, do que iniciar o treino com frio. A pele precisa de respirar.
  • Evitar treinos com muitas paragens.
  • No final do treino é fulcral tirar rapidamente o equipamento de treino, tomar um bom banho em água quente (sem ficar a demolhar) e agasalharem-se bem.
  • Usar sempre, em contacto com a pele, uma camisola interior em lã se possível, porque é um produto que tem excelentes propriedades de absorção do suor.
  • Ter muita atenção com o aquecimento dos guarda-redes. Nunca começar com potentes remates à baliza, nem com situações que obriguem os GR a fazerem rápidas movimentações entre os postes. Começar com batimentos legeiros de bolas e à medida que vão "aquecendo" pode-se intensificar um pouco mais os exercícios.
  • Não esquecer de realizar exercícios para as mãos/punhos e para os tornozelos/pé, porque são zonas que se não forem bem estimuladas ("aquecidas") podem gerar mau estar no atleta e falta de pre-disposição para o treino.
  • Utilizar jogos lúdicos na fase de "aquecimento" pode ser um bom trunfo para fazer com que os atletas esqueçam o "frio".
  • A melhor bebida para o treino/jogo será sempre água natural.
  • Não esquecer de colocar as bolas em água quente, de modo a que estas não saltem tanto no stick dos atletas, para prevenir possiveis lesões, tais como aquelas que são originadas pelas bolas que saltam ou ressaltam no stick e vão ao encontro do nariz ou dos dentes dos atletas.
  • Não esquecer de ter cobertores no banco, para os atletas que eventualmente não participem no treino durante alguns minutos.

Helder Antunes - Treinador de Hóquei em Patins

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

CHEGARAM AO FIM MAIS DUAS VOTAÇÕES

Desde 18 de Agosto de 2008 até ao dia 30 de Novembro, que os leitores do blogue THP tiveram oportunidade de expressar a sua opinião quando questionados sobre as seguintes duas questões: "O que pensa sobre o blogue THP?" e "As nossas publicações são?". Agradecemos desde já a participação de todos os intervenientes e aqui deixamos os resultados votados pelos nossos leitores.Continuem a votar. Brevemente teremos mais votações on-line e actualmente ainda temos uma outra a decorrer.